Por que Lixo Zero?

Já parou pra pensar sobre seus hábitos cotidianos?

Como o que você consome pode ter impactos no meio ambiente?

O que acontece com seu lixo?


Imagem: free pik


Diariamente precisamos nos alimentar, usar roupas, produtos de limpeza e higiene, entre outras tantas coisas que consumimos no nosso cotidiano. A maioria das nossas ações durante o dia podem resultar em rejeitos ou resíduos (confira nesse link a diferença entre lixo, resíduo e rejeitos). Você já parou pra pensar no que acontece com o lixo que você produz? A maioria das pessoas embalam seus resíduos em sacolas plásticas sem considerar que esses materiais podem gerar diversos impactos no meio ambiente e consequentemente na saúde de todos.

De acordo com o Instituto Lixo Zero Brasil (ILZB), o conceito de lixo zero consiste em pensar criticamente no aproveitamento e encaminhamento dos resíduos e até mesmo na redução total desses materiais, evitando assim um acúmulo maior de rejeitos em aterros sanitários e/ou para a incineração.


Mas como fazer uma gestão correta do lixo?

O primeiro passo para reduzir a quantidade de lixo que produzimos, é repensar nossos hábitos de consumo. Aqui no blog do SJDR Lixo Zero e nas nossas redes sociais abordamos com mais profundidade a questão do consumismo. Mas é importante ressaltar que nossos hábitos de consumo estão diretamente ligados a quantidade de lixo que produzimos. Por isso é muito importantes fazer os seguintes questionamentos sobre nossos hábitos:

  • Estou consumindo o quê? Por que e pra quê?

  • Realmente preciso adquirir esse produto? É de uma empresa que tem responsabilidade ambiental?

  • Qual a procedência e qualidade dos produtos que consumo?

  • Não é melhor procurar por produtos naturais e de produtores locais?

  • Quais resíduos e rejeitos a produção desse material deixa no meio ambiente?

  • Quanto tempo irei precisar ou durará o que estou adquirindo?

  • Como irei fazer o descarte correto das embalagens, dos resíduos e do produto?

  • Antes de descartar algo, procure saber se há a possibilidade de reformar, reciclar em casa ou dar alguma outra utilidade para o objeto. Abaixo deixo imagens de uma mesinha velhinha e uma estante restauradas como inspiração.



Foto 1: Arquivo pessoal da autora. Mesa de bar desgastada, reformada com tinta spray amarela.



Foto 2: Arquivo pessoal da autora. Estante abandonada no quintal da minha vó. Apertei os parafusos, lixei e usei tinta spray.


Para além desses questionamentos, precisamos ter em mente que consumimos muito mais do que precisamos e que os recursos naturais da terra estão acabando. Porém necessitamos consumir alimentos, vestes, moradias, transportes, entre outras coisas fundamentais para nosso bem-estar. A proposta do Lixo Zero é que possamos aprender a consumir o necessário com o mínimo de impacto ambiental.


Cidade Zero Lixo: uma realidade possível?

O sonho de uma cidade livre de resíduos mal destinados é possível. A cidade de Kamikatsu é um exemplo de como políticas públicas, engajamento pessoal, responsabilidade coletiva e uma mudança na concepção sobre os problemas do meio ambiente são fundamentais para mudar a realidade em que vivemos. Abaixo deixo um vídeo sobre a cidade, ative as legendas e se inspire!


https://www.youtube.com/watch?v=eym10GGidQU


Indústrias Lixo Zero, políticas públicas e escolhas pessoais

Segundo o site Brasil Coleta, os resíduos e rejeitos oriundos da produção industrial são os maiores responsáveis pelos danos ao meio ambiente. Geralmente o lixo industrial pode conter altas presenças de produtos químicos e tóxicos. Esses rejeitos quando descartados de forma incorreta podem gerar sérios riscos à saúde ambiental. Dessa forma, a produção de lixo industrial demanda métodos específicos para eliminação desses materiais, entre eles a incineração e o uso de aterros sanitários, dois métodos de descarte de resíduos nada ecoamigáveis. Procure sempre por marcas e empresas que tenham responsabilidade ambiental e que adotem formas de produção de lixo zero.


Imagem: free pik


Podemos e devemos cobrar nossos governantes por políticas públicas que visem diminuir o impacto do lixo no meio ambiente. O agenciamento público ambiental associado a novas perspectivas e novos comportamentos em relação aos problemas ambientais que estamos vivendo têm suas funções potencializadas quando fazemos pequenas mudanças no nosso cotidiano. Adotar medidas para que possamos diminuir o impacto ambiental de nossa passagem pela terra é urgente.

A Ong São João del-Rei Lixo Zero é constituída por um grupo de pessoas que compartilham a crença de que a cidade de São João del-Rei, bem como todos os outros lugares, merecem um melhor cuidado com os resíduos e rejeitos urbanos e industriais para que se possa proteger o meio ambiente da cidade através de uma cidade mais limpa e sustentável. Aqui no blog e nas redes sociais do São João del-Rei Lixo Zero você pode aprender mais sobre como adotar hábitos de vida mais sustentáveis.




QUEM ESCREVE:


Lidiane Villanacci é graduanda em psicologia, atualmente bolsista cnpq de Iniciação Científica na linha de pesquisa sobre diversidade funcional e mercado de trabalho, e estagiária em pesquisa sobre psicanálise, clínica e arte. Voluntária do SJDR Lixo Zero desde agosto, escreve sobre comportamento, consumismo e questões ambientais.



Contatos: Twitter ou Instagram


e-mail: lidi_villanacci@hotmail.com

21 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo