Consumo, logo existo!


Já comprou algo sem necessidade? Se arrependeu de algum produto logo após a compra? Desejou trocar de celular por outro modelo mesmo tendo um em perfeito estado?


Pode ser que em algum - ou vários - momentos da sua vida você tenha tido comportamentos consumistas. Já parou pra pensar nos seus hábitos de consumo? Você sabe o que é consumismo?


Consumismo é definido como a ação de comprar excessivamente e sem necessidade através de impulsos ou desejos de comprar. O consumismo pode se tornar um comportamento destrutivo e trazer impactos negativos na vida das pessoas quando elas perdem o controle sobre seus hábitos de consumo. Diferente do consumismo, o consumo é caracterizado pela ação de realizar compras necessárias (como alimentação, remédios e outras necessidades básicas).


Mas o que causa o consumismo?


O consumismo não tem uma causa específica, mas pode ser motivado por uma série de fatores que envolvem a mídia, táticas de propaganda, comportamentos induzidos pelo mercado entre outros fatores. Questões emocionais e comportamentais aliadas com as massantes investidas de uma sociedade de consumo são os principais motores do consumismo. Para entender melhor como a mídia, redes sociais e as estratégias de marketing podem influenciar seus hábitos recomendamos a palestra A Mente do Consumidor: Razão vs. Emoção do professor Pedro Calabrez.



Em 2016, o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) publicou um estudo com dados sobre os hábitos de consumo dos brasileiros. Segundo os dados obtidos, 36% dos brasileiros fazem compras para aliviar o estresse. Ainda segundo o estudo 47,7% dos consumidores afirmaram que fazem compras para se sentirem bem e três em cada dez brasileiros acreditam que o ato de realizar compras pode melhorar o humor.


Como evitar o consumismo?


Um primeiro passo para repensar seus hábitos de consumo é refletir sobre os impactos ambientais, econômicos e pessoais dos produtos que você consome no seu cotidiano. Os impactos ambientais são inúmeros do consumo descontrolado, mas destacamos que com o consumismo a produção de lixo também aumenta.


No aspecto econômico, os comportamentos consumistas podem acarretar um comprometimento financeiro ocasionado por uma quantidade de dívidas contraídas pela aquisição de produtos desnecessários e supérfluos.

Além dos impactos negativos e econômicos, o consumo excessivo pode trazer inúmeros prejuízos na vida das pessoas que são extremamente consumistas e nas pessoas que estão ao redor. Em casos de compulsão por compras, a pessoa pode necessitar de auxílio psicológico e médico para tratamento.


A seguir, algumas dicas para evitar o consumismo.


Orçamento ABCD: Este tipo de orçamento é excelente para planejar os gastos. As letras ABCD representam categorias de consumo. A letra A refere-se aos gastos com alimentação, a letra B aos gastos básicos (água, luz, aluguel etc), a letra C indica os gastos contornáveis (despesas que podem ser cortados caso seja necessário como assinaturas de tv ou revistas) e por última a letra D representa as despesas desnecessárias, como anuidades e taxas de cartão. Nesse link você pode conferir mais sobre o orçamento ABCD e outras formas de organizar suas despesas.


Pense antes de consumir algo: Antes de comprar algo, avalie todos os prós e contras. Reflita se há real necessidade de ter aquele produto. Observe se a compra desse produto pode comprometer seu orçamento. Questione a origem do produto e se esse produto irá gerar resíduos no futuro. Leia a embalagem e veja se os resíduos da sua compra são biodegradáveis. Além de todos esses questionamentos vale a pena pensar se você pode substituir esse produto por outro sem ter necessidade de comprar um novo.


Observe seus sentimentos: Nossas emoções são geradoras de impulsos e comportamentos que podem influenciar diretamente nos nossos hábitos de consumo. Fazer compras para aliviar as tensões e sentimentos pode se tornar uma compulsão e acarretar sérios prejuízos para a pessoa.


Consumo consciente: Aprender sobre consumo consciente possibilita colocar em prática ações que visem mudar os hábitos de consumismo. Tomadas de atitude em relação ao consumo causam impactos positivos diretamente na vida econômica da pessoa, no seu ambiente e nas suas relações interpessoais. Aqui no blog do SJDR Lixo Zero e nas redes sociais do projeto você pode aprender mais sobre o consumo consciente.


28 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo