AGROTÓXICOS, bem perto de você!


Foto: Melissa Maurer


Aposto que você já ouviu falar alguma vez na vida sobre agrotóxico. Certo?! Pois é! Principalmente, em relação a nossa alimentação, pois dizem que eles fazem muito mal à saúde. E, aí? O que você acha?

É importante ressaltar que os agrotóxicos vão mais adiante nas discussões, não somente nos alimentos, mas também, na forma como:

  • influenciam na cadeia ambiental como um todo (produção, fauna e flora);

  • a população que consome em diversos modos os produtos que há ou teve o uso deles (por exemplo, madeiras);

  • nos trabalhadores que têm contato direto com tais substâncias e,

  • tem relação com doenças cancerígenas (alguns produtos químicos).

Afinal, o que são os agrotóxicos?

No Brasil, a Organização Mundial da Saúde (OMS) define como agrotóxico toda substância capaz de causar algum tipo de dano às pessoas e ao meio ambiente. Estes que são denominados como os venenos agrícolas, colocando em evidência sua toxicidade.

Segundo descrito no Wikipédia os produtos químicos usados na agricultura conhecido por “agrotóxicos” podem ser:

“defensivos agrícolas, pesticidas, praguicidas, biocidas, agroquímicos, produtos fitofarmacêuticos ou produtos fitossanitários”


Eles fazem mal à nossa saúde?

Bom, pela primeira vez em 2016, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) trouxe um relatório com a avaliação do risco da ingestão de resíduos de agrotóxicos em alimentos.

“Até os anos anteriores, a Anvisa divulgava as irregularidades encontradas, sem uma avaliação do risco que levasse em consideração outros fatores como o padrão de consumo do alimento.”


Foto: Melissa Maurer


Algumas das recomendações feitas pela própria Anvisa sobre o que o consumidor pode fazer são:

  • prefira os produtos orgânicos ou da agroecologia;

  • Prefira os alimentos da época, pois o cultivo é mais fácil e exige menos produtos químicos;

  • Lavar os alimentos em água corrente é importante para diminuir o nível de resíduos nas cascas de frutas e verduras.

  • Prefira os alimentos produzidos na sua região, pois há uso menor de produtos químicos devido ao tempo de transporte.

E, mais uma dica extra:

CONSUMA MAIS PRODUTOS ORGÂNICOS OU AGROECOLÓGICOS!


Foto: Melissa Maurer


Apesar dos produtos químicos serem um marco positivo para o empresário, devemos lembrar que eles ainda são tóxicos e são pouco sustentáveis.

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) realizou em 2017 um seminário para dialogar sobre as inovações em Agrotóxicos, um modo para buscar soluções em estabelecer um modelo mais sustentável de agricultura, reduzir os impactos e implementar um dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável - ODS, estabelecido na Agenda de 2030 da Organização das Nações Unidas - ONU.

“Os agrotóxicos devem ser produzidos e consumidos de forma a respeitar os aspectos sociais, ambientais e econômicos da sustentabilidade.”

Secretário de Articulação Institucional e Cidadania Ambiental, Edson Duarte, do Ministério do Meio Ambiente (MMA).

Segundo o secretário nesse seminário:

“Integrar os ODS a uma estratégia de mudança da base da produção e consumo de produtos agrícolas é de fundamental importância para que o Brasil possa cumprir metas relacionadas à redução dos efeitos da mudança do clima e garantir qualidade de vida às próximas gerações.”

No entanto, no ano de 2018 quando surgiu a proposta do Projeto de Lei 6.299/2002, conhecida popularmente como “PL dos Venenos”, a própria OMS notificou ao governo brasileiro um comunicado de preocupação a respeito. Em carta, os especialistas disseram:

"Estamos preocupados com o fato de que as múltiplas mudanças propostas às diretrizes legais e institucionais existentes para os pesticidas no Brasil enfraqueçam significativamente os mecanismos de proteção que são vitais para garantir os direitos humanos dos trabalhadores da agricultura, das comunidades vivendo em áreas onde os pesticidas são usados e da população que consome alimentos produzidos com o apoio desses produtos químicos"


Foto: Melissa Maurer

Já em 2019 a Anvisa reclassificou os agrotóxicos em:

  • extremamente tóxicos;

  • altamente tóxicos;

  • moderadamente tóxicos;

  • pouco tóxicos;

  • produtos improváveis de causar dano agudo;

  • “não classificados”.

Porém, no governo atual nesse mesmo ano de 2020 a PL dos Venenos foi aprovada! Já temos mais de 550 novos produtos, uns ainda nem testados pois a nova lei permite essa facilidade para os agricultores.

Mesmo assim, ainda em 2020 houve uma nova pesquisa feita pela Anvisa sobre alguns alimentos x agrotóxicos. “No geral, os resultados do monitoramento de 12 mil amostras apontaram para um quadro de segurança no consumo das frutas e verduras no Brasil.”

Foto: Melissa Maurer

Estas fotos incríveis da Meliisa Maurer, é do projeto fotográfico "O Caminho do Cerrado" que denuncia o desmatamento crescente, e mais agrotóxicos liberados às margens da rodovia GO-118 que liga Brasília a região da Chapada dos Veadeiros, reconhecida como Patrimônio Natural da Humanidade (UNESCO). Você pode encontrá-la no Instagram, pelo Facebook ou acessar seu site!


Para saber mais sobre produtos orgânicos e agroecológicos:

- Produtos orgânicos e de base agroecológica

- Alimento orgânico ou agroecológico?


44 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo