top of page

Iniciativas Zero Plástico


Fonte: Pixabay


No movimento julho sem plástico,você já deve ter se perguntado por que lixo zero?, já deve também ter se questionado sobre os problemas que o plástico causa na nossa saúde e pros ecossistemas, e já até descobriu várias alternativas para tirar ou pelo menos tentar diminuir ele da nossa vida. Mas, e as empresas e países , o que tem feito para mudar isso?


No Brasil


Primeiro papel higiênico do Brasil sustentável em todas as etapas do seu ciclo de vida! Feita pela Copapa, empresa do Rio de Janeiro. De acordo com a embalagem, o plástico da embalagem é feito à base de milho e o tubete com cola à base de água , que podem ser compostados.


Liga zero descartável

No ano passado várias marcas se uniram no julho sem plástico, formando a liga zero descartável., com o objetivo de conscientizar e gerar um alcance maior para seus clientes sobre o uso do plástico e criando missões e lives durante a semana. Além disso, todas essas empresas têm uma questão sustentável muito forte, seja em seus produtos, seja em seus ideais. :

  • Beegreen – Sustentabilidade Urbana (@beegreenbr)

  • Keep Eco – Embalagens Ecológicas (@keep.eco)

  • Inspira Verde (@inspira.verde)

  • Instituto Lixo Zero Brasil (@institutolixozerobrasil)

  • Majuí Comunicação (@majuicomunica)

  • Menos 1 Lixo (@menos1lixo)

  • Meu Copo Eco (@meucopoeco)

  • Mundo Sem Bitucas (@mundosembitucas)

  • PorQueNão? (@porquenao.midia)

  • eCycle – Sua Pegada Mais Leve (@portalecycle)

  • Positiv.a (@positiv.a)

  • Rastro Sustentabilidade (@rastro.eco.br)

  • Route Brasil (@routebrasil)

  • CicloVivo (@ciclovivo)


Movimento , desde 2019 proíbe o uso de plásticos descartáveis dentro da ilha. Essa iniciativa conta com parcerias do Menos 1 Lixo ,Iônica e Heineken. Quer saber mais? Clique aqui.

Localizada em São Paulo, é uma startup que transforma resíduos em novos produtos. Com vários clientes como a Unilever , Natura e P & G, seu método de trabalho é o Circular Pack, que envolve logística reversa, pesquisa e inovação e estratégia circular.Além de ter uma cooperativa com vários catadores que levam esses resíduos para uma fábrica, a Boomera tem um laboratório no instituto Mauá de tecnologia.

Empresa que desenvolveu uma microfibra feita a partir de copos descartáveis e foi reconhecida como líder em desenvolvimento sustentável pelo pacto global da Organização das Nações Unidas/ONU.


Com a coleta seletiva implantada há mais de 30 anos na cidade, além de ter um grande desempenho e ganho com a recuperação de resíduos , tem a meta de ser a primeira capital lixo zero do país


Aqui em São João del Rei

Na nossa cidade, existem algumas empresas que já são lixo zero!


Vendem cosméticos naturais e veganos, com embalagem sustentável!


Vende ecoprodutos e cosméticos naturais, lá você encontra desde escova de dente de bambu a absorventes de pano!


Cosméticos naturais, maquiagem mineral, tudo feito artesanalmente.


Primeira hamburgueria 100% vegana de São João del Rei.


No mundo


Suécia


Com grande estímulo e conscientização da população , lá o gerenciamento de resíduos é tão bem sucedido que eles importam lixo de outros países para continuar gerando energia sem usar combustíveis fósseis. O que não é queimado é convertido em energia elétrica para a população.

Além disso, desde 1961 , em Estocolmo todas as casas têm um sistema de lixeira que conecta e conduz os lixos para uma área de coleta. Esse sistema é chamado de Envac, e diminui consideravelmente os gastos e a circulação de caminhões de lixo.


Japão



Com uma grande população e falta de espaço para armazenamento de seus resíduos, o Japão precisou de um bom gerenciamento e reciclagem em seu território. Com leis rígidas com respeito à reciclagem, investimento em tecnologia, incentivo à coleta seletiva e consciência da população, atualmente o Japão recicla cerca de 90% de todo o seu lixo.


Canadá


Apesar de não possuir uma alta taxa de reciclagem, pneus e bitucas de cigarro - este último considerado um dos mais poluentes do mundo - tem um destino correto por lá.

Pneus são reutilizados na construção de estrada e piso para playgrounds, o tabaco do cigarro é compostado e o restante é incorporado na produção de bancos de parques.


Com a inauguração do instituto de ciências da embalagem, pretende até 2025, tornar 100% de suas embalagens recicláveis ou reutilizáveis, e substituir os canudinhos por material biodegradável.


Pretende transformar 100% de suas embalagens em material reciclável até 2025. Uma de suas iniciativas foi uma garrafa de plástico coletado das praias brasileiras para o sabão em pó, e anunciou esse ano sua primeira embalagem de Omo feita a base de papel .

Em 2020 criou suas peças a partir de cana de açúcar como alternativa ao plástico.


Desde 2016 em parceria com a Parley, produz roupas e tênis com plástico reciclado retirado dos oceanos. Já vendeu um milhão de calçados numa coleção que lançaram.


Companhias aéreas como a American Airlines,Delta e Alaska Airlines.

Baniram os canudinhos durante seus vôos.

E agora?


Iniciativas como o julho sem plástico dão mais forças e visibilidade para que tanto a população quanto várias empresas mudem seus hábitos por todo o mundo.

Apesar dos exemplos de diversas empresas, elas são as que mais geram impactos no meio ambiente, e consumir de negócios locais e artesanais que você sabe a procedência, é ainda a melhor saída para diminuí-los.


Sentiu falta de alguma informação? Tem alguma sugestão de empresa lixo zero? Conta pra gente!


Fontes:



 


Quem escreve: Jordana Bambino


Jordana é voluntária do São João del Rei Lixo Zero desde de 2020. Estudante de engenharia elétrica, e musicista nas horas vagas. Acredita que mesmo que aos poucos podemos aprender e fazer nossa parte para um mundo melhor, mais sustentável e consciente. Independente de qual área ou onde estivermos.

27 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page