Energia Limpa - Já ouviu falar sobre esse termo?

Já pensou de onde vem a maior parte da energia que chega na sua casa?


O que é?


Energia limpa é aquela energia que gera o mínimo de impacto na natureza, sem emissão de poluentes e utilizando de recursos renováveis .

Ela é muito importante pro desenvolvimento mais sustentável do planeta, pois além de não favorecer o aquecimento global , contribui para uma melhor qualidade de vida, manutenção e proteção do meio ambiente.

Apesar de atualmente a maior parte da energia ser gerada a partir de recursos não renováveis como o petróleo e diesel, a energia limpa tem ganhado seu espaço na sociedade.


Tipos de energia limpa


Energia eólica

Imagem de www_slon_pics por Pixabay


Gerada a partir do vento, ela não produz nenhum tipo de poluente durante seu funcionamento, além de ser uma fonte de energia inesgotável. O vento faz a turbina eólica se movimentar, transformando assim a energia do vento em energia elétrica. A maior produção de energia eólica do país se encontra no nordeste. A desvantagem dessa energia é a poluição sonora e interferência no movimento migratório das aves. Esperamos que novas tecnologias possam surgir para melhorar esses impactos.



Energia Solar

Imagem de PublicDomainPictures por Pixabay


É captada através dos raios solares, podendo ser usada tanto para aquecimento solar quanto para energia solar. A sua vantagem é que o sol sua fonte renovável opera todos os dias, exceto em dias nublados. Ela funciona através de painéis fotovoltaicos que convertem a energia. Apesar de ser uma das fontes de energia que menos polui durante seu funcionamento, ela gera impacto durante sua produção, na extração do silício e na utilização de produtos nocivos durante sua montagem, como chumbo,prata e alumínio,além do seu descarte. Contudo, há avanços nessa área para diminuir esses impactos como a reciclagem de seus componentes e reaproveitamento de peças.


Biomassa

Imagem de PublicDomainPictures por Pixabay


Consiste na produção de energia através dos resíduos sólidos naturais renováveis e das atividades humanas. Como bagaço da cana,do milho e até mesmo do lixo. Podendo gerar dois tipos:o biogás – que gera energia através da queima das matérias orgânicas, e os biocombustíveis – que gera combustível . O biogás entre suas vantagens está a utilização dos aterros sanitários para geração de energia, além de poder substituir o gás de cozinha. Já os biocombustíveis contribuem para um equilíbrio do ciclo de carbono na natureza e causam menos impacto do que os combustíveis fósseis . Contudo ambos têm seus impactos negativos na natureza, seja durante sua produção, seja no desmatamento para cultivo que poderia ser usado para alimentos,além de contribuir para as chuvas ácidas.


Energia das Marés

Imagem de Marek Matecki por Pixabay


É gerada a partir dos movimentos das correntes oceânicas, é muito usada no litoral porém, apesar de ser uma energia renovável e limpa, ela não é constante. Então seu uso não é regular.


Energia Hídrica

Imagem de Yevhen Paramonov por Pixabay


Ela acontece através do movimento da água que move as turbinas gerando energia. Um exemplo são as usinas hidrelétricas. Apesar de ser considerada a maior fonte de energia no país,tem enfrentado problemas,agravados ainda mais pelas mudanças climáticas. Nos períodos longos de seca há a diminuição dos reservatórios de água diminuindo assim a produção, tendo que recorrer a outros tipos de energia para suprir a demanda. Ela também causa impactos ambientais para a fauna , flora e ribeirinhos locais durante sua instalação,além da emissão de gás carbônico e metano, devido a decomposição das árvores acima do nível da água e de matéria orgânica no fundo dos reservatórios. Se comparado aos outros tipos de energias não renováveis, ela tem suas vantagens por não emitir gases tóxicos, porém ela ainda gera muitos impactos negativos no ambiente. É preciso repensar sua viabilidade.


Segundo os dados da GNPW group , no Brasil cerca de 82,9% das fontes de energia são renováveis ,a média mundial é de 26,7%. O Brasil perde apenas para os EUA e a China, sendo aqui a maior fonte de energia das hidrelétricas.

Apesar de ser um número muito positivo, é preciso incentivar o uso de outras fontes renováveis como a eólica e solar, para gerar mais eficiência e sustentabilidade no país!



Quem escreve: Jordana Bambino




Jordana é voluntária do São João del Rei Lixo Zero desde de 2020. Estudante de engenharia elétrica, e musicista nas horas vagas. Acredita que mesmo que aos poucos podemos aprender e fazer nossa parte para um mundo melhor, mais sustentável e consciente. Independente de qual área ou onde estivermos.

8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo